quinta-feira, 29 de julho de 2010

Igreja universal construirá réplica do templo de Salomão.



Por Leonardo Gonçalves

Ao menos foi o que eu acabei de ler na ABN News. Um mega templo com 126 metros de comprimento por 104 metros de largura será construído em São Paulo. As dimensões ultrapassam o tamanho de um estádio de futebol, com a altura de um edifício de 18 andares. Haverá no local uma réplica da arca da Aliança, e as pedras da construção serão importadas de Israel.

“Nós encomendamos o mesmo modelo de pedras de Jerusalém que foram usadas por Salomão, pois vamos revestir as paredes do templo com elas. Nós queremos que as pessoas tenham um lugar bonito para buscar a Deus e também a oportunidade de tocar nessas pedras e fazer orações nelas”, disse o bispo Edir Macedo, dando a entender que o simulacro continuará sendo propagando e cobrará força após a construção.

Particularmente, não me oponho à construção de igrejas grandes. O que me assombra é o dinheiro investido em uma obra luxuosa e tão supérflua. Bastaria dizer que com o montante empregado nesta mega-catedral daria para construir 8700 templos para 200 pessoas aqui no Peru. Considerando que em diversas regiões da serra e selva peruana os irmãos congregam com extrema dificuldade e sem um templo próprio, penso que este investimento representaria um grande avanço missionário neste país.

Mas Edir Macedo é um grande empreendedor, e sabe que o projeto de reproduzir o templo dos judeus vai alavancar as entradas, pois qual o fiel iurdiano que não pagaria horrores para poder tocar nas pedras importadas de Israel, no altar do incenso e na Arca do Senhor?

Importações de Israel são um negócio da China, e a Igreja Universal é pioneira no ramo, à anos trazendo ao Brasil litros e mais litros da água do Rio Jordão (o qual, diga-se de passagem, se transformou em um criadouro de coliformes e já foi declarada imprópria para batismos, para tristeza do pessoal da Lagoinha).

Réplica por réplica, há muito que eu venho denunciando que a suposta fé dos neopentecostais nada mais é do que uma réplica fajuta e muito mal feita do evangelho de Jesus. A única diferença é que o que antes se dizia apenas como metáfora, agora é literal.

1 Comentário:

Pandora disse...

Eu particularmente me oponho sim a construção de igrejas grandes, especialmente quando vejo a situação da minha igreja local, abafada, caustrofobica, sem espaço adequado para as crianças... Só Deus sabe o sufoco que passamos para trabalhar, no domingo as irmãs passam mal com o calor e as crianças ficam aguniadas(aguniadas com u mesmo)quando fazemos algum culto a tarde!!!

E enquanto passamos esse perrengue igrejas colossais são construidas... isso é um espalhafato desnecessário e abusivo, me revolto...

Postar um comentário

Blog Archive

_________________________________

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Santos profanos © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO  

Real Time Web Analytics