segunda-feira, 26 de julho de 2010

GRAÇA UNIVERSAL.

Por Antonio Carlos Costa

Eu faço os meus sermões ouvindo música secular. Não foram poucas as vezes, que fui tomado de profunda emoção de natureza espiritual, redigindo meus textos enquanto ouvia a trilha sonora de Blade Runner, do Vangelis grupo não-cristão de rock progressivo.

Há uma graça que opera fora do âmbito da igreja local. Ela embeleza a vida da sociedade civil, impedindo que este mundo seja tão mau quanto poderia ser.

Deus, por meio dessa graça, inspira arquitetos, músicos, cineastas, cientistas políticos, cabeleireiros, jardineiros, a tornar a vida neste planeta mais bela, harmoniosa e justa.

Desprezar a produção profissional do não-cristão é um menosprezo a graça de Deus. Empobrece nossa existência e faz com que tenhamos que viver de modo contraditório, pois não conseguiremos jamais aplicar o mesmo princípio à totalidade da vida.

Antonio Carlos Costa é pastor da Igreja presbiteriana da Barra, Presidente do Rio de paz, escritor e grande expositor da Palavra!

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Blog Archive

_________________________________

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Santos profanos © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO  

Real Time Web Analytics